We are Value Investing Pirates

We detect funds with abnormal returns, select the most suitable ones to copy in the long term, decode and publish the consensus portfolio among them..

Consenso entre 16 gestores insiders

Carteira c/ viés Small e Microcaps de Fundos de Investimento que têm acesso a informações privilegiadas, por meio de assentos nos conselhos de administração das empresas, por exemplo.

dados processados da CVM, B3 e outras

detectamos, computamos e divulgamos informações privilegiadas de graça

Vacas leiteiras + crescimento

Ações pagadoras de dividendos que também possuem potencial de crescimento selecionadas pelos mesmos gestores da carteira Ações Brasil c/ viés Small e Microcaps.

dados processados da CVM, B3 e outras

detectamos, computamos e divulgamos informações privilegiadas de graça

Consenso entre 7 Lendas do Mercado

Ações de consenso entre os Fundos com as maiores performances históricas do Brasil. Em geral, ou estão fechados  ou são acessíveis somente para ricos.

dados processados da CVM, B3 e outras

detectamos, computamos e divulgamos informações privilegiadas de graça

Melhor carteira de FIIs do mercado

FIIs de consenso entre 4 Fundos de Fundos (FoFs) selecionados por serem os insiders mais consistentes do mercado. A performance da carteira copiada é maior do que a dos próprios FoFs que foram copiados. Isso acontece por causa das taxas e outros fatores. 

dados processados da CVM, B3 e outras

detectamos, computamos e divulgamos informações privilegiadas de graça

FIIs de Papel dos top 4 insiders

Carteira de consenso entre os 4 Fundos de Fundos (FoFs) selecionados da carteira de FIIs, mas somente com “Fundos Imobiliários de Papel”.

dados processados da CVM, B3 e outras

detectamos, computamos e divulgamos informações privilegiadas de graça

Consenso entre 9 FoFs

Carteira de FIIs de consenso entre os principais Fundos de Fundos (FoFs). Essa carteira supera ligeiramente o IFIX e poderá ser descontinuada em breve.

gratuita

Consenso entre 4 FoFs insiders do nicho

FIIs escolhidos pelos insiders da gestão passiva. Eles vivem o dia-a-dia dos imóveis, enquanto os analistas de fora baseiam suas opiniões nos relatórios que os próprios insiders escreveram.

gratuita

Mundo + BDRs 🇧🇷

dados processados da SEC (CVM americana)
Consenso entre 24 insiders de Wall Street

Ações globais c/ viés de crescimento e seus BDRs🇧🇷 de máximo consenso entre Hedge Funds especializados. Dados minerados na base da SEC, a CVM americana.

detectamos, computamos e divulgamos informações privilegiadas de graça

Consenso dos 4 top insiders do Real Estate

Carteira de consenso entre os melhores Hedge Funds focados no setor imobiliário. Vários REITs, “primos americanos dos Fundos Imobiliários“, possuem BDRs🇧🇷 que pagam dividendos dolarizados.

detectamos, computamos e divulgamos informações privilegiadas de graça

Consenso entre os insiders locais

Small e Microcaps dos especialistas de Wall Street

EM ESTUDO
Consenso entre os melhores recentes

Melhores gestores do biênio anterior

EM ESTUDO
Consenso entre os insiders locais

Micro e Penny Stocks dos EUA

EM ESTUDO
Dos top Value Investors de Wall St

Stocks e BDRs de valor pelo critério fundamentalista

EM ESTUDO
Vacas leiteiras de 7 gestores consagrados

Pagadoras de Dividendos dos gestores consagrados

EM ESTUDO
Consenso entre hedge funds fora dos EUA

Ações Globais Ex-USA

EM ESTUDO
Sentimento ponderado dos top traders dos rankings públicos da Bitfinex e BitMEX

Criptomoedas

EM ESTUDO

detectamos, computamos e divulgamos informações privilegiadas de graça

seja bem-vindo ao mundo real

Good investors don’t sell investment advice

NAVAL RAVIKANT

Successful angel investor in over 200 companies such as Uber and Twitter

A elite não quer ser espionada, mas não consegue impedir

A elite não quer ser espionada,
mas não consegue impedir

A elite do value investing nacional está preocupada

Os tubarões estão preocupados

Existem duas brechas de dados no Mercado: a B3 e a Comissão de Valores Mobiliários – CVM.

Nós cruzamos os dados disponíveis nessas brechas para penentrar, sem convite, no lucrativo universo das elites do Mercado Financeiro.

Em reação, as assets mais renomadas e exclusivas do Brasil se uniram para protestar contra a nossa mineração dos seus valiosos dados.

Os trechos abaixo são de reportagens sobre nós.

“Os gestores que estão incomodados com a replicação de suas carteiras não devem ter expectativa de que a CVM atenda seus pleitos, ou ao menos não no curto prazo, conforme apuração do Valor lnveste. Depois de a empresa Smart Money Research começar a vender o serviço de abertura da carteira dos fundos de investimento (…) Esses gestores só conseguem ser copiados graças à junção de dois elementos: a divulgação de suas carteiras no site CVM e os algoritmos.”

VALOR ECONÔMICO – 19/01/2022

“Quem vem conquistando mais e mais atenção é a Smart Money Research, fundada por Pedro Oliveira, e que estreou no começo deste ano.”

EXAME – 23/08/2021

Oliveira praticamente garimpa dados (…) Em geral, são possíveis de serem seguidas apenas as carteiras de baixo giro, ou seja, de fundos tipicamente chamados de “long only” ou “buy and hold” — estratégia predominante na filosofia de casas como Dynamo, Atmos, Velt, entre outras. (…) Oliveira também faz os mesmos produtos com fundos internacionais com nomes como Baillie Gifford, Bridgwater, Berkshire Hathaway, Icahn Capital, Lone Pine”

EXAME – 23/08/2021

“Os fundos informam a cota diária e uma série de outros detalhes. A Bolsa, para completar, dá transparência sobre as negociações, via corretoras, de cada um dos ativos. Na era dos dados, esse material vira ouro para quem, além de curioso, tem habilidades para fazer a triangulação.”

EXAME – 30/06/2021

Nossa missão é tornar o mercado de capitais mais eficiente e justo, eliminando a assimetria entre quem lucra com informações privilegiadas e o público geral.

PEDRO OLIVEIRA, FUNDADOR

nossa missão é detectar, computar e divulgar informações privilegiadas de graça, para quem quiser copiar

Imagine investir…

1 – Se houver carteiras de value investing mais rentáveis e consistentes do que as que seguimos, elas serão prontamente identificadas e incluídas na seleção.

O Smart Money está no buy side

Buy side são os Fundos de Investimento. A elite do buy side, ou Smart Money no jargão financeiro, recebe incentivos para vencer o Mercado, custe o que custar e usando informações não públicas.

São exemplos de informações não públicas:

O Smart Money não é a grande maioria dos fundos que mal batem os índices, mas uma pequena elite que gosta de se manter discreta e fora do radar do grande público.

O sell side é o playground dos ‘investidores sardinha’

Faz sentido superar o Mercado com dados que o Mercado inteiro conhece?

O sell side oferece análise de dados contábeis públicos, notícias e gráficos: informações banais, que o Mercado inteiro possui e não fazem diferença. Resumidamente:

Sim, o Mercado é eficiente: Carteira Valor

A amplamente aceita Hipótese do Mercado Eficiente diz que para ganhar da média de forma consistente, é preciso ter algum “edge”: o conhecimento privilegiado, no jargão financeiro.

O sell side (analistas, corretoras, gurus, etc) faz recomendações com base em dados contábeis públicos, notícias, análise fundamentalista e gráfica de livro-texto.  Como tudo isso é banal e longe de ser “edge”, eles empatam com o Ibovespa no longo prazo.

Este é um fato teoricamente esperado e também empiricamente comprovado pela Carteira Valor, que é editada pelo jornal Valor Econômico e acompanha a performance das recomendações de researchs e corretoras.

Uma tradicional casa de análise tem um fundo que replica sua carteira recomendada. A performance não foge à regra.

Carteira Valor: desempenho médio das principais researchs e corretoras. É uma comprovação empírica da Hipótese do Mercado Eficiente.

Clássicos do sell side 

Resumo

Sell side: analistas entretendo seus clientes com dados que o Mercado inteiro conhece e já estão no preço.

Smart Money (parte do buy side): bater os índices custe o que custar, com uso de informações privilegiadas e artifícios fora de qualquer livro-texto.

PROPOSTA PIONEIRA NO BRASIL

copiar os investimentos do Smart Money das diferentes classes de ativos e performar como eles

saiba como funciona

O que fazemos

Monitoramos a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Bolsa de Valores (B3), SEC (Securities and Exchange Commission), Canais de Relações com Investidores e outras fontes de dados:

Identificamos o Smart Money de cada classe de ativos

Chamamos de Smart Money uma seleção de gestores de fundos ou quaisquer analistas de renda variável com carteiras e performances registradas que:

É possível ter a performance¹ dos do Brasil e do Mundo

1) a performance pode ser maior do que a deles, por efeito da remoção de taxas e outros.

Pode existir método mais rentável e consistente de investir do que copiar as carteiras mais rentáveis e consistentes que existem? 🤔

Julgamos que não. Porque se houver carteiras mais rentáveis e consistentes do que as que seguimos, elas serão prontamente identificadas e incluídas na seleção.

Sim, é de graça. Basta criar uma conta.

Já tem conta? Acesse aqui.

Se vi mais longe, foi por estar de pé sobre ombros de gigantes

ISAAC NEWTON

Perguntas e respostas

Os dados abaixo podem trabalhar conjuntamente para decodificar as posições e movimentos do smart money, como peças de um mosaico revelando uma imagem:

– Dados de negociação (corretoras, custódia, volumes, preços etc) dos ativos na B3 (semanal / diário)
– Valor total da carteira dos Fundos (diário)
– Demais dados do Informe Diário, como PL, valorização da cota e outros (diário)
– Últimas carteiras semi-abertas na CVM (mensal)
– Última carteira completamente aberta na CVM (mensal)
– Balancetes dos Fundos (mensal)
– Fatos Relevantes e Comunicados ao Mercado de companhias abertas (24h)
– Dados revelados pelos Fundos por meio de cartas aos cotistas, ao mercado e outros documentos discricionários (24h)

Se não conseguimos rastrear com clareza uma operação, nós optamos por não publicá-la.

Não.

Nosso trabalho é buscar dados mais recentes do que os da CVM. 

Algumas informações chegam a ser obtidas, interpretadas e publicadas no mesmo dia, como por exemplo, informações obtidas em Comunicados ao Mercado de Companhias Abertas e dados vindos da B3. Por isso, monitoramos diversas fontes relevantes de informações diariamente.

Se não conseguimos rastrear com clareza uma posição, nós optamos por não publicá-la.

Dentro da página de cada carteira há um link para uma planilha aberta com esses dados.

É possível montar uma carteira 10 com apenas R$ 3.000.

Existem vantagens e desvantagens em se investir em fundos de investimento.

A vantagem mais clara é a comodidade de ter seu patrimônio administrado por profissionais e não precisar fazer nada (caso você confie neles no longo prazo).

As desvantagens são ter de pagar altas taxas de administração e performance, prazos de cotização de resgate, reinvestimento obrigatório de proventos e a perda do benefício fiscal de isenção de Imposto de Renda para vendas até R$ 20 mil por mês.

Além disso, quase todos os melhores fundos encontram-se fechados para novas aplicações ou exigem um aporte inicial mínimo muito além da capacidade financeira do investidor médio.

Outro fator a se considerar é que um fundo que foi bom no passado, não está necessariamente indo bem no presente. Existem gestores populares que não superam o benchmark e/ou dão prejuízo para seus cotistas.

Existe ainda o fator risco de comportamento dos demais cotistas. Caso eles resolvam, por medo ou qualquer motivo, sacar suas cotas, o fundo tem um prazo curto para vender posições a preços de mercado e pagar os saques. É comum esse movimento desvalorizar as cotas e gerar mais saques de cotistas preocupados em “sair por último”. É um perigoso efeito cascata, comum em períodos de aversão a risco, e que pode danificar a performance do fundo de forma definitiva. Fundos são condomínios cujos condôminos podem agir de forma irracional, como uma manada.

Mesmo que você invista em fundos, é uma boa ideia diversificar tendo sua própria carteira de ações.

As melhores equipes de gestão costumam desenvolver ferramentas de inteligência para uso próprio. E assim tentam ficar sempre informadas dos movimentos umas das outras. Principalmente daquelas que estão se destacando positivamente.

Nós não inventamos a inteligência de investimentos, apenas aprimoramos e democratizamos ela.

Posteriormente ao lançamento do site, o Banco Inter criou um ETF chamado GURU11 com uma proposta semelhante, porém fundamentalmente diferente. O regulamento do ETF explicita que o mesmo respeita um “atraso mínimo de 3 meses” e só usa os dados públicos da CVM. Já os nossos relatórios são baseados em múltiplas fontes, obtendo dados muito mais recentes do que 3 meses.

Ainda não. As operações de compra e venda de ativos devem ser feitas pela sua corretora de preferência (XP, Clear, Modalmais, Itau Corretora, BTG Pactual e outras)

Sim.

Os dados obtidos são analisados e julgados objetivamente por analista com certificação CNPI.

As informações são duplamente checadas e, no caso de qualquer falta de clareza sobre uma posição ou movimentação dos gestores, nós optamos por não publicá-la.

Sim. Todos podem se beneficiar. Desde iniciantes para montar sua primeira carteira de ações, até investidores experientes que querem confrontar suas estratégias com as do smart money.

Sim, o sistema é 100% utilizável com todas as suas funcionalidades no celular. Mas, assim como acontece com muitas aplicações, a experiência de uso no desktop pode ser melhor.